quarta-feira, 27 de abril de 2011

Recordações |Torresmos|

Uma das recordações que tenho de criança é ver a minha mãe fazer banha e torresmos em casa. Esses torresmos eram depois levados à padaria, para serem colocados no pão, que chegava a casa quentinho e fazia a delícia de todos. Com as novas regras das matanças de porco, e o passar do tempo, este ritual da família foi-se perdendo. Agora pela Páscoa, tive vontade de voltar a comer aqueles torresmos caseiros, mas principalmente aprender a confeccioná-los. A mãe explicou o processo passo a passo, já o pai arranjou toucinho de porco preto caseiro. É um processo que leva algum tempo e é preciso alguma paciência, mas a recompensa de comer aqueles torresmos, fresquinhos e estaladiços num pão quentinho, vale bem a pena. Por hoje, deixo-vos como fazer os torresmos e a banha, o pão fica para outra altura.

Ingredientes
Toucinho de porco
Alho picado
Sal
Louro
Pimentão em pó

Preparação
Cortar o toucinho do porco em pedaços pequenos (2X2cm).
Colocar o toucinho dentro de um tacho e temperar com o alho picado, o louro partido em pedaços pequenos, o sal e o pimentão. Colocar no frigorífico de um dia para o outro.
Levar ao lume muito brando; este processo demora cerca de duas a três horas, conforme a quantidade de toucinho. À medida que a gordura vai derretendo, deve retirar-se, filtrar por um passador e colocar em frascos de vidro. Este líquido, depois de seco, vai dar origem à banha, que serve para temperar a comida, ou então barrar o pão.
Quando os torremos estiverem bem secos, ou seja, a gordura acumulada no tacho já for pouca, deve-se retirá-los para um passador e espremê-los com ajuda de uma escumadeira, espalhando-os por fim em cima de papel absorvente. Guardam-se numa caixa de plástico e num local seco, durando cerca de 2 meses.
Os frascos de vidro só devem ser fechados depois da gordura solidificar toda, este processo demora cerca de 8 horas. Guardados num local seco bem fechados duram cerca de 6 meses, depois abertos basta guardar no frigorífico.

2 comentários :

  1. Somi,
    Ai que saudades que eu tenho de torresmos... Desde que sai de Portugal, só comi umas 2 ou 3 vezes. Ainda me lembro da minha avo fazer, quando era a matança do porco. Ficava um cheirinho delicioso. Os teus estão com um aspecto muito bom, e ainda por cima caseiros melhor : )

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Torresmos de cona da vaca tambem são muito bons, experimentem sem problema!

    Fuaraldino

    ResponderEliminar